terça-feira, 1 de dezembro de 2015

01.12.15 {00:09}


E eis que chega dezembro...
Para alguns, apenas um mês a mais, para outros, um mês a menos e ainda outros tantos, o ultimo mês.
Mas pra mim, só de bater o sinal da meia noite =, o qual faz atravessar de um dia pra outro, até o ar fica mais doce.
As pessoas se amam mais, apesar de muitas reclamarem: "lá vem a falsidade repetidas nos fins de ano!"
Não acredito nisso. 
Dezembro surge depois de um ano cansado, aliviar nossos espiritos e nos fazer descansar. E ainda nos preparar pra o renascimento do Cristo Menino...
Quão doce é dezembro!
Mês de renascimento... Mês de nascimento... Mês de fim e de início... De recomeço...
Então seja bem vindo, meu Doce Dezembro!
E com ele traga o meu renascimento, meu nascimento, meu 22 e 29...
Meu doce dezembro!
<3 font="" nbsp="">

segunda-feira, 30 de março de 2015

30/03/2015 {02:23}

Porque eu sei que sinto sua falta
A falta de todo o conjunto
Do homem com jeito todo decidido
Do menino perdido
Do rapaz brincalhão
Do cara que me arranca o fôlego

E sinto a falta desse olhar
Que me deixa sem jeito
Do seu toque
Que me arrepia a espinha
Do seu cheiro
Que me embriaga a alma
Da sua voz
Que me alucina
Da sua barba
Que provoca efeitos 
Sobrenaturais sobre mim
De ouvir você sussurrar 
Ao meu ouvido

E sinto tanta falta, 
Como se a mais de décadas não te visse
Mas peraí
Te vi ontem
Te beijei a pouco
Te senti no ultimo segundo
Tenho você agora
Nem que em pensamento

É esse efeito alucinógeno 
Que provocas em mim
Perdida em uma universo qualquer
Em uma realidade paralela
E entre tantas coisas
Você é o algo bom...

quarta-feira, 25 de março de 2015

25/03/2015 {06:25}

Como é dificil escrever pra você
Quando eu imagino que 
Todas as palavras já foram ditas
Quando o que queria te dizer
Esta presente nas letras daquela canção

Como é dificil expressar
Algo que não se entende o que é
Algo que não se sabe explicar
Algo impossivel de traduzir

Então da maneira mais simples
É te dizer
Que você desperta o melhor em mim
Que ao seu lado
Quero ser uma pessoa melhor

E da maneira mais simples
Lembrar o quanto seus olhos me fascinam
O quanto teu sorriso me encanta
A tua voz que me acalenta
O seu toque que me acalma

E te dizer assim
Quase sussurando ao ouvido
O quanto gosto de estar ao seu lado
E ao te abraçar 
Sentir o disparar do coração

E lembrar que aquela canção
Que tudo dizia 
Sobre o que eu queria falar
Simplesmente fora meu coração
Dizendo em forma de poesia musicada
O quanto é feliz com a tua presença...

quinta-feira, 5 de março de 2015

05/03/2015 {02:23}

Tenho medo de juras de amor
Na realidade tenho pavor
Dessas lindas promessas
Tenho desencanto pelo carinhoso
Chamar de "Meu Amor"
E aquele delicioso jeito
De correr as costas das mãos
Pela face até inexperiente...

Tenho medo de quando me tocas
E muito mais pavor
Quando me beijas
E quando me olhas nos olhos
Sinto que meu mundo não é mais meu
É nosso
E meu arremedo de coragem
Se esvai...

Na realidade 
Tenho medo de você
Das suas juras e promessas
Não pronunciadas em palavras
E dos ditos "Meu Amor"
E do seu toque
Que somento com beijo
Toque e palavra
Causam-me profundos arrepios...

E todo esse medo
Surge da minima pretensão
De que possa ser tua
Amiga... Amante... Companheira...
Mulher... Confidente... Conselheira...
Ser teu alguem
E do não querer nada alimentar 
Termino alimentando meu medo
Meu pavor e desassossega
O medo da falta
O pavor de não ter
O desassossego do eu sem vc...

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

26/02/215 {01:45}

E quantas vezes
Envolta por seu abraço
Me surpreendi
Perdida na imensidão
Do seu olha

Justamente aquele olhar
De menino perdido
Em rosto de homem feito
Que me encantou a primeira vista
E que a cada palavra
Gesto e brincadeira
Acabou me ganhando mesmo sem querer

E perdida nesso olhar
Me percebi ganha
Entregue e sem defesas
Com beijos que matariam mais
Que qualquer arma letal

E na tua boca viajei
Seduzida a cada beijo
A cada deslizar de lábios
E me calei

Foi quando teus abraços 
Foram maiores que eu
Num misto de carinho
E proteção
E era tudo aquilo
O que eu queria e precisava

E me perdi em você
Nessa imensidão
De olhos, olhares
Lábios, beijos
Braços e abraços

E fiquei ali
Perdida e encontrada
Na imensidão do teu olhar...

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

12/12/2014 {04:44} [Oração]

Eu sei que você está aí

Em algum lugar
Sei também que se chamar baixinho
Mas chamar com força
Sei que você não vai escutar
Mas vai sentir
Pode até ser que já nos conheçamos
Ou que isso aconteça amanhã
Ou até em dez anos
Mas eu sei que você está aí
E sei, não estarmos prontos para esse minuto
Talvez no próximo, quem sabe
Só sei que em uma rua, uma esquina
Você pode até estar se divertindo com a garota errada
Como os tantos passos errados que dei
Mas chegará o dia em que olharei pra você
Só pra dizer: "É ele!"
E você me olhará e dirá: "É ela!"
E nesse momento, sem falsas juras de amor
Serei sua, por toda a eternidade de um segundo ou do milênio
Como almas perdidas que se encontram
E serei sua amante, amiga, amor, mulher
E é o que te prometo de todo meu ser
Só por sentir que você existe...

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

28/01/2015 {23:55}


Queria eu não sentir saudades,


Mas, infelizmente sinto!
Queria eu, das tantas vezes que jurei pra mim mesma não me importar
Realmente deixar pra lá!
Muito mais queria eu,
Demonstrar a grande destruição que ocorre 
Diariamente dentro de mim

E quantas vezes seu travesseiro,
Fora seu maior companheiro?
Se fazendo de forte, pra não mostrar o tamanho de sua fraqueza...
Escondendo suas lágrimas, para que logo pela manhã, sorrisos fossem apresentados...
E quantas vezes sua força simplesmente se esvai e cai por terra,
Mostrando uma fragilidade a muito escondida...

E querer por diversas vezes
Disfarçar saudades e lágrimas, 
Por traz de sorrisos e brincadeiras
Na beleza de uma palavra ou no horror da dúvida
E quisera eu, ser aquele alguém
Que se mostra de peito aberto e lhe diz
"Estou com saudades!"

Mas quarto, cama e travesseiro
Maiores companheiros
Serão os únicos guardiães desse segredo
Fraqueza que invade a alma
E faço questão de não te dizer...

sábado, 13 de setembro de 2014

13/09/2014 {23:32}

O mormaço não alimenta
O não quente ou frio não faz diferença
O que realmente importa 
É aquilo que meche com a gente
Até porque 
O meio termo é chato
Não emociona
Não ferve o sangue
Não estremesse a alma

O mormaço enfim
Não é nada
Não modifica em nada
Apenas incomoda de um jeito estranho

E nesse chove e não molha
Nesse vai mas não vai
Nessa ida sem vinda
Nesse jogo sem ganhador ou perdedor
Apenas sentindo esse mormaço 
Mormaço que não alimenta
Amor que não constrói
Relação que não se sustenta
Sentimento que corrói

E nisso que chamo de sentir
Se não passar de mormaço
De nada vale a pena
Ou é fogo abrasador
Que destrói e de ti 
Rouba todas as forçar
Ou é gelo 
Que petrifica
E torna um ser humano
Duro, gélido, EU

Num mormaço que nada modifica
Onde não é nem 8, nem 80
Ou é 8 ou 80
Onde sou mulher de extremos
Onde sou vulcão ou rocha
Ou apenas eu
Em um lugar 
Que o mormaço de nada alimenta...

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

26/08/2014 {07:16}

Chegou...

E sem querer
Já me ajudou a organizar a bagunça 
Da vida e do coração
Não fez nada demais
Não fez nada a mais
Só me fez sentir
Que aquele mundo em que eu vivia
Não trazia felicidade
Chegou...
E eu já organizei alguns pensamentos
E mesmo que se vá embora
Já fez um bem enorme pra mim...

terça-feira, 26 de agosto de 2014

26/08/2014 {01:24}

Estou a procura da felicidade
Acredito que ela seja a coisa que motiva o levantar a cada dia
É uma busca constante
Indefinível, 
Apenas representada pela busca de paz e tranquilidade
E por isso estou me afastando de problemas
Das coisas que me atrasam
Que não me fazem bem
Quero apenas a delícia da boa risada de um amigo
Das tarde de conversa jogada fora
Do beijo de quem se quer bem
De uma boa farra, 
De gente da gente cercando todos os lados
Hoje só desejo a maravilha 
De ter pessoas que amo ao meu redor
Pessoas que fazem questão de estar
Participando dessa minha busca constante pela felicidade
Essas que são a minha própria felicidade

Estou me afastando dessas coisas que me sufocam a alma
Que me tiram o riso,
Que me cobrem de lágrimas
Se quiser ficar, seja muito bem vindo
Se quiser ir, cansei de implorar

Quero ao meu lado pessoas que gostem de ficar
Pois garanto que farei o que estiver ao meu alcance
E até mais, 
Pra que essa permanência valha a pena
Mas não quero mais ter que implorar pra que fique
Algumas coisas chegam a serem cansativas
Alguma pessoas chegam a se fazer enjoar
Algumas situações já não agradam mais

Já que desejas ir, que vá então
Já não faço mais tanta questão
Se não me põe riso nos lábios, não é amor
Chega a soar como obsessão
E só depois de tanto tempo pude perceber isso

Se não me traz paz
Alegria e satisfação
Não precisa nem você ir
Quem vai sou eu
Faço questão de tentar uma estrada sem volta
Mas que me faça avançar
No caminho da felicidade....